AQUI NA CLUBE SERRINHA: DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA AS 18 HORAS,ESTUDO BÍBLÍCO NA VOZ DE CID MOREIRA

AQUI NA CLUBE SERRINHA: DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA AS 18 HORAS,ESTUDO BÍBLÍCO NA VOZ DE CID MOREIRA
Não deixe de ouvir a história de Jesus Cristo.Conheça as determinações do nosso Deus verdadeiro:JEOVÁ.

Prefeitura Municipal de Serrinha informa

Prefeitura Municipal de Serrinha informa

ATENÇÃO OUVINTE DA RÁDIO CLUBE SERRINHA.NET

ATENÇÃO OUVINTE DA RÁDIO CLUBE SERRINHA.NET
VOCÊ FAZ A PROGRAMAÇÃO:MANDE OS NOMES DAS 15 MÚSICAS QUE VOCÊ QUER OUVIR.DAS 11 AS 12 HORAS A CLUBE SÓ TOCA AS MÚSICAS QUE VOCÊ PEDIU.RIBEIROANOS70@GMAIL.COM

HORA DO OUVINTE ATENDE NESTE SÁBADO: DIANA PARANHOS - RUA AYRTON SENNA- ALAGOINHAS

HORA DO OUVINTE ATENDE NESTE SÁBADO: DIANA PARANHOS - RUA AYRTON SENNA- ALAGOINHAS

TODOS OS DIAS DAS 8 AS 12 HORAS:BOM DIA CLUBE

TODOS OS DIAS DAS 8 AS 12 HORAS:BOM DIA CLUBE
OS GRANDES SUCESSOS DO MOMENTO E DO PASSADO.

TODOS OS DIAS AS 12 HORAS:AS MELHORES MÚSICAS DE ROBERTO CARLOS

TODOS OS DIAS AS 12 HORAS:AS MELHORES MÚSICAS DE ROBERTO CARLOS

DE SEGUNDA A SEXTA AS 16 HORAS: CLÁSSICOS BREGA

DE SEGUNDA A SEXTA  AS 16 HORAS: CLÁSSICOS  BREGA
Aqui na Rádio Clube:Agnaldo Timóteo,Nelson Ned,Genival Santos,Bartô Galeno,José Ribeiro,Odair José e muito mais...

TODOS OS DIAS DAS 17 AS 18 HORAS:

TODOS OS DIAS DAS 17 AS 18 HORAS:
TRIO NORDESTINO,LUIZ GONZAGA,JACINTO SILVA,CORONEL LUDUGERO,MARINES E OS 3 DO NORDESTE.

DE SEGUNDA A SÁBADO DAS 2O AS 21 HORAS

DE SEGUNDA A SÁBADO DAS 2O AS 21 HORAS
WWW.RADIOCLUBESERRINHA.NET

AS MELHORES MÚSICAS SERTANEJAS DE TODOS OS TEMPO AQUI:

AS MELHORES MÚSICAS SERTANEJAS DE TODOS OS TEMPO AQUI:
DAS 21 AS 22 HORAS DE SEGUNDA A SEXTA

Você está ouvindo:Rádio Clube Serrinha.NET

A BIBLIA É A PALAVRA DE DEUS!

A BIBLIA É A PALAVRA DE DEUS!

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Datafolha: Marina cai e Dilma lidera no primeiro turno

Vítima da máquina de propaganda petista, Marina Silva perdeu três pontos porcentuais e viu a distância em relação a Dilma Rousseff (PT) aumentar, aponta pesquisa Datafolha. A candidata do PSB, alvo de ataques constantes desde que sua ascensão na disputa passou a ameaçar a reeleição de Dilma, está agora a sete pontos da petista no primeiro turno. A margem de erro da consulta é de dois pontos.

De acordo com o levantamento, divulgado nesta sexta-feira pelo jornal Folha de S. Paulo, Dilma e Marina saíram da condição de empate técnico e a petista agora lidera com 37% das intenções de voto, contra 30% da candidata do PSB. Aécio Neves (PSDB) subiu dois pontos e tem 17%. Votos brancos e nulos somam 6% e outros 7% não sabem em quem votar. Na pesquisa divulgada na semana passada, Dilma tinha 36%, Marina, 33%, e Aécio, 15%.
Segundo turno – A recuperação da campanha de Dilma também se reflete no cenário de segundo turno. Segundo o Datafolha, Marina continua numericamente à frente da petista, mas a distância nunca foi tão pequena. Na projeção, a candidata do PSB tem 46% contra 44% – um empate técnico. Na pesquisa anterior, a vantagem de Marina era de quatro pontos (47% a 43%), e no final de agosto, era de dez (50% a 40%). Na simulação entre Dilma e Aécio, a petista vence por 49% a 39%. O Datafolha também testou o cenário entre o tucano e Marina, com vitória da candidata do PSB por 49% a 35%.

Reinaldo Azevedo: Horário eleitoral não ajudou Dilma

Dilma continua com a maior taxa de rejeição entre os presidenciáveis, 33%. Em seguida, vem Marina, com 22%, um ponto à frente de Aécio, que tem 21% de rejeição. O instituto Datafolha ouviu 5.340 pessoas em 265 municípios nos dias 17 e 18 de setembro.Fonte:Veja

6 razões para ter uma vida sexual ativa que vão além do prazer

Engana-se quem pensa que o único benefício do sexo é o prazer. Ter uma vida sexual ativa ajuda a manter a saúde e dia e deixa o astral lá em cima. Segundo a ginecologista e terapeuta sexual Miriam Fontana, o sexo é um potente remédio natural sem contraindicação “Só requer cuidados básicos, como o uso da camisinha”, completa.

Ainda de acordo com a especialista, a sexualidade é um dos parâmetros utilizados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para avaliar a qualidade de vida dos indivíduos.

Benefícios do sexo 

Prevenção da incontinência urinária

Problema que afeta muitas mulheres, principalmente na terceira idade, a incontinência urinária está na lista de incômodos que podem ser evitados com ajuda de uma vida sexual ativa. Segundo a sexóloga Luni Freire, diretora da Corpus de Lune, o sexo ajuda a fortalecer a musculatura pélvica, que detém a urina.

Pele mais bonita

Ter uma vida sexual ativa ajuda a afastar a ansiedade 

O ditado popular de que fazer sexo deixa a pele mais bonita foi investigado por cientistas. Segundo Mirim, a atividade sexual aumenta a circulação sanguínea. “Com isso, ocorre uma oxigenação das células da epiderme, o que deixa a pele mais bonita”, explica.

Dormir melhor 

Outro benefício do sexo está ligado à qualidade do sono. De acordo com Luni, as relações sexuais liberam neurotransmissores, que agem no combate a ansiedade e oferecem sensação de relaxamento.

Redução do estresse

A sexóloga Luni destaca ainda que pessoas com vida sexual ativa tendem a produzir o cortisol, conhecido como hormônio do estresse, em menor quantidade. “O sexo aumenta a produção de endorfina e serotonina, que proporcionam sensação de prazer e bem estar”, diz a ginecologista Miriam.


Fazer sexo também queima calorias e melhora o sistema imunológico 

Queima de calorias

Segundo Miriam, assim como toda atividade física, fazer sexo proporciona uma queima calórica de cerca de 150 kcal. “Parece pouco, mas corresponde a 20 minutos de caminhada. Além disso, a prática diminui a concentração de gordura corporal”, completa.

Fortalecimento do sistema imunológico

Ainda de acordo com a ginecologista, manter-se sexualmente ativo pode render alguns anos a mais de vida. “Ter três ou mais relações sexuais por semana diminui o risco de infarto e aumenta em até 30% a quantidade de imunoglobulina A, responsável por fortalecer as defesas corporais”, explica.

O uso da camisinha é indispensável para o sexo seguro 

Sexo seguro

Para usufruir da extensa lista de benefícios de uma vida sexual ativa é indispensável o uso de preservativo nas relações sexuais. Segundo a ginecologista e obstetra Karina Zulli, do Hospital e Maternidade São Luiz, a camisinha deve ser colocada antes da penetração. “Mesmo que o homem não ejacule, há a possibilidade de transmissão de DSTs e gestação indesejada, já que a lubrificação do pênis pode conter espermatozoides”, diz.Fonte:itodas.uol.com.br

Aranha cita perdão, mas critica torcedora: "Tentou chorar e não conseguiu"


O goleiro Aranha, que deixou o gramado irritado e rebateu até uma repórter no gramado da Arena Grêmio após o empate sem gols entre Grêmio e Santos nesta quinta-feira, em Porto Alegre, voltou a falar com a imprensa na saída do estádio. O atleta novamente declarou que perdoa Patrícia Moreira, acusada de racismo, porém criticou a exposição da torcedora na mídia.

Para Aranha, a torcedora se complicou nos programas de televisão ao tentar explicar o que aconteceu no último dia 28, quando ela foi flagrada pelas câmeras de televisão o xingando de "macaco". O goleiro, inclusive, declarou que Patrícia tentou chorar em não conseguiu em uma das entrevistas.

"Vim de coração aberto, eu toparia me encontrar com ela. Mas não quero ser um mártir deste assunto. Não quero aparecer. Vim de coração aberto. Achei que a menina estaria aqui. Não quero polemizar. Quero resolver e esquecer. Vou abraçar, perdoar, tudo bem. Mas não vou ficar indo na televisão. Vou perdoar ela por que a imprensa quer explorar isso? Estão prolongando demais isso. Vejo ela ir em programas de televisão, tentou chorar e não conseguiu. Esta situação de perdoar depois do comercial, sobe a música, não é para mim", afirmou Aranha.

O goleiro destacou que não é culpado pela exclusão do Grêmio na Copa do Brasil e, inclusive, lembrou que antes de denunciar os xingamentos racistas, os policiais de Porto Alegre já estavam no hotel da delegação santista para iniciar a investigação.

"Rapaz. É complicado. A imagens mostraram a garota, era muita gente falando. Quando eu acordei de manhã, a polícia já estava no hotel. Virou coisa pública, a polícia daqui é competente, não ia deixar barato", disse.

Aranha foi vaiado pela torcida do Grêmio durante os 90 minutos de jogo. As câmeras de televisão registraram os torcedores xingando o goleiro com diversos "palavrões", porém nenhuma imagem identificou as palavras racistas que levaram o clube gaúcho aos tribunais.

Por conta dos xingamentos, Aranha deixou o campo irritado e chegou até rebater uma repórter sobre o que aconteceu no duelo desta quinta-feira. O jogador chegou a questionar se a jornalista concordava com as vaias.

"Não ligo com vaia, com manifestação torcedor desde que seja no esporte, sem ser hipócrita fala as coisas, acha o que quer, sabe que a vaia foi diferente. Você sabe porque (foi diferente)", falou o goleiro.

Quase 40% dos pênaltis do Brasileiro são polêmicos; Vitória lidera

O Campeonato Brasileiro está em sua 22ª rodada e até o momento foram marcados 43 pênaltis. O número está dentro da média se comparado a outros nacionais, como o Inglês, que teve 87 penalidades assinaladas na temporada passada. Mas o que chama atenção é a quantidade de polêmicas. Quase 40% das infrações marcadas são contestáveis e colocaram à prova a interpretação dos árbitros.

Dos 43 pênaltis apontados até o momento, 16 (37,2%) deram margem para discussão. O time que mais se beneficiou com o critério adotado pelos juízes foi o Vitória. O clube baiano teve três pênaltis controversos a seu favor, mas desperdiçou todas as cobranças. Flamengo, Botafogo e Cruzeiro aparecem logo em seguida, com duas marcações discutíveis.

Muito debatido nos últimos dias, a ponto de fazer a CBF divulgar um vídeo em seu site oficial, o conceito de bola na mão ou mão na bola é responsável por metade das penalidades controversas. A incidência mais recente aconteceu na vitória por 3 a 2 do Bahia sobre o Botafogo na quarta-feira (17). A bola bateu na mão de um defensor do clube baiano e o árbitro Igor Junio Benevenuto marcou.

Já em relação aos juízes, Sandro Meira Ricci foi um dos que mais marcaram pênaltis discutíveis. Representante brasileiro na Copa do Mundo, o mineiro assinalou duas penalidades polêmicas. Anderson Daronco e Rodrigo Batista Raposo estão com o mesmo número.

A rodada com o maior número de infrações contestáveis foi a 21ª, que teve três das 16 marcações discutíveis. As partidas: Sport x Chapecoense, Fluminense x Palmeiras e Flamengo x Corinthians tiveram pênaltis assinalados pelo critério de mão na bola.

Renan recebeu propina da Mendes Júnior, denuncia Ministério Público

Sete anos após renunciar à presidência do Senado para escapar da cassação, o presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), volta a enfrentar problemas na Justiça com a denúncia de que teve despesas pessoais pagas pelo lobista de uma empreiteira em troca de emendas ao orçamento. O Ministério Público Federal em Brasília denunciou o senador por improbidade administrativa na 14ª Vara Federal do DF no último dia 2. Na ação, os procuradores acusam Renan de se enriquecer ilicitamente, de ter evolução patrimonial incompatível com o cargo e de forjar documentos para comprovar que tinha dinheiro para bancar despesas pagas, segundo a denúncia, pela Mendes Júnior.
As informações são do jornal O Estado de S. Paulo, que teve acesso com exclusividade à ação que pede à Justiça que Renan, a Mendes Júnior e o lobista Cláudio Gontijo sejam tratados a partir de agora como réus. A Procuradoria da República também recomenda a perda do mandato do senador em caso de condenação.

Em 2007, o peemedebista foi acusado pela jornalista Mônica Veloso, sua ex-amante, de usar dinheiro do lobista Cláudio Gontijo, da empreiteira Mendes Júnior, para pagar suas despesas com a pensão da filha e o aluguel de um imóvel. Essa foi a principal de uma série de denúncias que o parlamentar alagoano enfrentou no Conselho de Ética do Senado naquele ano. Por duas vezes, ele escapou da cassação no plenário em votação secreta.

Cabeça de gado

Para comprovar que tinha condições de arcar com os gastos sozinho, o senador apresentou notas fiscais de vendas de bois. Mas a Polícia Federal concluiu que aqueles documentos não garantiam recursos para quitar a pensão e que os papéis não comprovavam a venda de gado. Havia a suspeita de que as notas eram frias.

Por esse motivo, em janeiro do ano passado, o então procurador-geral da República, Roberto Gurgel, recomendou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que abrisse ação penal contra o senador por peculato, falsidade ideológica e uso de documento. O parecer, noticiado em primeira mão pelo Congresso em Foco, foi apresentado às vésperas da eleição que marcou a volta de Renan à presidência do Senado. Quase dois anos depois, os ministros do Supremo ainda não analisaram o pedido do ex-procurador-geral.

Intermediário

A ação por improbidade é desdobramento na esfera cível dessas investigações. Segundo os repórteres Ricardo Brito e Beatriz Bulla, o Ministério Público afirma agora que a Mendes Júnior pagou pelo menos R$ 246 mil para Mônica Veloso. O lobista e o senador confirmaram, na época, os repasses à jornalista. Mas alegaram que o dinheiro pertencia a Renan. “Não é minimamente crível que o senador tivesse preferido sacar o dinheiro, entregá-lo ao requerido Cláudio para então repassá-lo à senhora Mônica, quando poderia tê-lo feito diretamente”, afirmam os procuradores no processo.

A ação sustenta, ainda, que Renan não conseguiu comprovar de que maneira pagou uma dívida de R$ 100 mil de pensão alimentícia da filha. De acordo com a acusação, o peemedebista beneficiou a empreiteira com emenda ao orçamento nos anos de 2005 e 2006, ao sugerir o direcionamento de recursos para obras tocadas pela empresa no Porto de Maceió.

Por meio de sua assessoria, Renan informou que não vai se manifestar sobre o assunto. A Mendes Júnior também não se pronunciou. Já Cláudio Gontijo não foi localizado.Fonte:Sete anos após renunciar à presidência do Senado para escapar da cassação, o presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), volta a enfrentar problemas na Justiça com a denúncia de que teve despesas pessoais pagas pelo lobista de uma empreiteira em troca de emendas ao orçamento. O Ministério Público Federal em Brasília denunciou o senador por improbidade administrativa na 14ª Vara Federal do DF no último dia 2. Na ação, os procuradores acusam Renan de se enriquecer ilicitamente, de ter evolução patrimonial incompatível com o cargo e de forjar documentos para comprovar que tinha dinheiro para bancar despesas pagas, segundo a denúncia, pela Mendes Júnior.
As informações são do jornal O Estado de S. Paulo, que teve acesso com exclusividade à ação que pede à Justiça que Renan, a Mendes Júnior e o lobista Cláudio Gontijo sejam tratados a partir de agora como réus. A Procuradoria da República também recomenda a perda do mandato do senador em caso de condenação.

Em 2007, o peemedebista foi acusado pela jornalista Mônica Veloso, sua ex-amante, de usar dinheiro do lobista Cláudio Gontijo, da empreiteira Mendes Júnior, para pagar suas despesas com a pensão da filha e o aluguel de um imóvel. Essa foi a principal de uma série de denúncias que o parlamentar alagoano enfrentou no Conselho de Ética do Senado naquele ano. Por duas vezes, ele escapou da cassação no plenário em votação secreta.

Cabeça de gado

Para comprovar que tinha condições de arcar com os gastos sozinho, o senador apresentou notas fiscais de vendas de bois. Mas a Polícia Federal concluiu que aqueles documentos não garantiam recursos para quitar a pensão e que os papéis não comprovavam a venda de gado. Havia a suspeita de que as notas eram frias.

Por esse motivo, em janeiro do ano passado, o então procurador-geral da República, Roberto Gurgel, recomendou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que abrisse ação penal contra o senador por peculato, falsidade ideológica e uso de documento. O parecer, noticiado em primeira mão pelo Congresso em Foco, foi apresentado às vésperas da eleição que marcou a volta de Renan à presidência do Senado. Quase dois anos depois, os ministros do Supremo ainda não analisaram o pedido do ex-procurador-geral.

Intermediário

A ação por improbidade é desdobramento na esfera cível dessas investigações. Segundo os repórteres Ricardo Brito e Beatriz Bulla, o Ministério Público afirma agora que a Mendes Júnior pagou pelo menos R$ 246 mil para Mônica Veloso. O lobista e o senador confirmaram, na época, os repasses à jornalista. Mas alegaram que o dinheiro pertencia a Renan. “Não é minimamente crível que o senador tivesse preferido sacar o dinheiro, entregá-lo ao requerido Cláudio para então repassá-lo à senhora Mônica, quando poderia tê-lo feito diretamente”, afirmam os procuradores no processo.

A ação sustenta, ainda, que Renan não conseguiu comprovar de que maneira pagou uma dívida de R$ 100 mil de pensão alimentícia da filha. De acordo com a acusação, o peemedebista beneficiou a empreiteira com emenda ao orçamento nos anos de 2005 e 2006, ao sugerir o direcionamento de recursos para obras tocadas pela empresa no Porto de Maceió.

Por meio de sua assessoria, Renan informou que não vai se manifestar sobre o assunto. A Mendes Júnior também não se pronunciou. Já Cláudio Gontijo não foi localizado.Fonte:Congresso em Foco

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Brasil ganha 2,7 milhões de solteiros em 2013, diz IBGE

O Brasil tinha 77 milhões de solteiros no ano passado, segundo pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada nesta quinta-feira (18). Foram 2,7 milhões de pessoas com o estado civil no ano anterior. O montante de casados passou de 61,1 milhões para 60,4 milhões, uma redução de 720 mil. Os números integram a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2013. De 2012 para 2013, mais 370 mil pessoas deixaram de viver com o cônjuge, e o total de divorciados, desquitados e separados judicialmente chegou a 9,6 milhões. Em números relativos, a região Norte é a que tinha a maior proporção de solteiros (60,5%) da população local. Em seguida, apareceram a Nordeste (56,7%), Centro-Oeste (48,6%) e Sudeste (44,3%). A região Sul é a que teve menos pessoas com o estado civil (44,2%).

Ex-símbolo sexual, Lady Francisco abre o jogo

Por Paulo Sampaio para revista Joyce Pascowitch de setembro

Quase 60 anos atrás, no dia em que foi provar o vestido de noiva, em Belo Horizonte, a jovem Lady Chuquer Volla Borelli Francisco de Bourbon aprendeu com sua costureira a fingir um orgasmo. “Ela me ensinou tão bem que eu passei o resto da vida fingindo. Nunca tive prazer no sexo.” Do tipo que alterna ressentimento e comicidade no discurso, a atriz Lady Francisco, que completa 80 anos em janeiro, acaba levando o interlocutor a rir de suas desgraças. E são muitas, ela mesma afirma. No dia do casamento, o futuro símbolo sexual ainda era virgem e “tão pateta” que nem imaginava que o noivo tinha outra família. “Um oficial de Justiça apareceu pouco antes para dizer que ele já era casado.” A cerimônia na igreja foi cancelada, mas o casal passou a viver junto. O noivo revelou-se um parceiro muito ruim de cama e, por isso, os ensinamentos da costureira se mostraram bastante úteis. Ela conta que foi “extremamente infeliz” no relacionamento e afirma que, se não fosse pelos dois filhos, Oscar Victor e Andrea, hoje na casa dos 50 anos, ela nem se lembraria do pai deles – que era engenheiro e trabalhava na Coca-Cola.

Ao reduzir o nomão nobiliárquico para a forma “artística”, Lady quis homenagear o pai, José Francisco, por quem tinha muita admiração. O primeiro nome dela foi escolhido por ele, que enxergou na recém-nascida algo de esnobe. Descendente de espanhóis, italianos e sírios, seu Zezé – cujo “Francisco” era uma tradução qualquer de um nome árabe – trabalhava como mascate, vendendo de porta em porta, até que abriu a Casa do Guri, de artigos infantis, e ficou rico, muito rico – e influente. Em seu casarão de “20 cômodos” no tradicional bairro Floresta, de BH, a família recebia políticos graúdos, o prefeito, o governador e senadores da República para concorridos cocktails dançantes. Até Juscelino Kubitschek era íntimo de seu Zezé. Nessas ocasiões, o comerciante fazia questão que as filhas se apresentassem impecáveis e que as reconhecessem como as moças mais elegantes da cidade. Lady, que sofreu bullying da própria mãe, era considerada a mais feia das três irmãs: “Ela só tem pernas e olhos”, costumava dizer dona Mathilde. Na época, o comportamento elétrico da garota, que tinha também desmaios atribuídos a uma alegada mediunidade, levou os pais a consultarem um psiquiatra. “Hoje sei que aquilo que me aplicavam era choque elétrico.”

MISS PERNAS

Na conversa com a atriz, percebe-se que a pecha de patinho feio produziu nela uma necessidade obsessiva de provar que era atraente, da qual foi refém pela vida toda. Antes de se casar, e passar a ser apenas dona de casa, já tinha sido aeromoça, radialista e se sagrado Miss Olhos, Miss Pernas, Miss Busto, Miss Ferroviária. Depois, se tornou uma atriz muito famosa em Belo Horizonte. Para quem estudou no lendário Colégio Sacré-Coeur de Marie e quase se tornou noviça, era um upgrade e tanto. “Eu era a tal em Belo Horizonte, a rainha da TV. Não tinha a Hebe Camargo em São Paulo? Pois eu participei da ‘infância’ da televisão em Beagá, fui uma das que a inauguraram a TV no Brasil. O (Assis) Chateaubriand era amigo do meu pai, frequentava nossa casa.”

A carreira no Rio, e na TV Globo, veio depois que ela deixou o marido – e a profissão “do lar”. Seguiu-se um período muito difícil, em que foi preciso recomeçar do zero, já que seu Zezé havia perdido quase toda a fortuna no jogo. “Eu tive de entregar cada casa que ele passou para o meu nome, uma por uma, para pagar as dívidas.” A família ficou praticamente na miséria. Lady mudou-se sozinha para o Rio decidida a vencer na carreira artística. Foi morar na rua Xavier da Silveira, em Copacabana, onde dividia um beliche com uma garota de programa. Passava os dias na porta da TV Tupi, na Urca, tentando uma oportunidade. Então, foi assaltada na rua e ficou sem dinheiro para pagar o quarto. Despejada, dormiu e comeu por quase uma semana na barraca de uma família de pernambucanos na praia de Copacabana – sem deixar de frequentar a porta da TV.

SEXY MA NON TREPPO

Um dia, a chamaram para inteirar o júri do programa de Flávio Cavalcanti. Já estreou cheia de decotes e fendas. O curioso é que, quanto mais o símbolo sexual se impunha, mais Lady se distanciava daquilo que se esperava dela na cama. Um clássico. A mulher não dava conta do personagem que criou para si. Ao mesmo tempo em que lembra com orgulho que já era uma senhora entrada nos 40 quando foi eleita modelo de boneca inflável pelos mineradores de Serra Pelada, num concurso de uma revista da editora Bloch, ela afirma que não faz sexo há 28 anos: “Eu ficava nua no palco numa boa. No quarto, com os homens, tinha a maior dificuldade. Descobri que nunca fui muito de sexo”.

Apesar de ter trabalhado 25 anos na Globo, jamais teve salário de estrela. Ganhava como “funcionária”, não como contratada ou por obra fechada (novela). “Quando fui mandada embora, depois de todo aquele tempo, me pagaram R$ 10 mil.” Foi demitida pela temida Marluce Dias da Silva, que então ocupava o lugar que tinha sido de José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni. Marluce acabou, ela mesma, demitida da emissora em 2002. “Tomei horror aquela mulher”, diz Lady, sem rodeios. Entre os personagens mais marcantes da atriz na emissora estão Rose, da primeira versão de Pecado Capital (1975, Janete Clair); Eleonora, de Marron Glacé (1979, Cassiano Gabus Mendes); e Gisela, de Louco Amor (1983, Gilberto Braga). Em sua 25ª novela na Globo, Geração Brasil, atualmente no ar, ela interpreta a fofoqueira Marlene, um papel distante léguas dos protagonistas. Ainda assim, Lady diz que vai saltitante de alegria para a emissora, que fica a cerca de 35 km de sua cobertura no bucólico Parque Eduardo Guinle, Laranjeiras. Faz questão de dizer que o apartamento é seu único bem e que foi comprado a duras penas com o dinheiro de um espetáculo que apresentou em Portugal. “Não entendo ator que fica resmungando enquanto espera para gravar. Já que está ali, tem de ser bom, né? Eu adoro trabalhar.”

Após pênalti perdido, Ronaldinho é chamado de "enferrujado" por jornal

De forma comedida, mas o brasileiro Ronaldinho Gaúcho já começou a encarar críticas no futebol mexicano. Ele estreou no Gallos Blancos de Querétaros na última quinta-feira (17), em jogo da Copa do México, e desperdiçou um pênalti em derrota por 1 a 0 para o Tigres. Um jornal do país norte-americano chegou a chamar o jogador de "enferrujado".

"Um craque como o futebol mexicano não via havia anos. O problema é que esse craque, Ronaldo de Assis Moreira, o Ronaldinho, está enferrujado", disse o jornal "El Universal". "As pessoas de Querétaro apoiaram Ronaldinho, ainda que enferrujado", completou.

Outros jornais também deram ênfase à falta de ritmo de Ronaldinho. O brasileiro esteve em campo durante os 90 minutos, distribuiu 37 passes e acertou apenas 24.

"Ronaldinho estragou a festa que estava preparada em Querétaro para sua estreia", escreveu o jornal "La Crónica". "Ronaldinho mostrou sinais de qualidade, ainda que necessite de mais tempo para se adaptar ao esquema dos Gallos", adicionou o "Excelsior".

Ronaldinho tem sido tratado como estrela no futebol mexicano. Depois da estreia frustrada, ele foi defendido pelo técnico do Querétaro, Ignacio Ambriz. "Ele não está com ritmo de jogo. Foi o primeiro jogo. Ele treinou segunda, terça e quarta e já está jogando. É compreensível que não esteja no ritmo ideal, mas o importante é que ele esteve em campo por 90 minutos", disse o treinador em entrevista coletiva.

À rádio "Fórmula", o brasileiro Danilinho, que sofreu o pênalti perdido por Ronaldinho, também tentou defender o companheiro: "A verdade é que eu e meus companheiros estamos honrados por jogar com ele. Para ele é difícil vir para cá e se adaptar, mas nós vamos tentar ajudar para que isso aconteça o mais rápido possível. Não há jogador que nunca tenha errado um pênalti. Espero que ele levante a cabeça, e nós temos de ajudá-lo. É um grande jogador e vai mostrar isso".

"Ronaldinho foi o protagonista em sua noite de estreia no futebol mexicano... mas não da maneira que muitos esperavam", respondeu o site "Aldíatx.com". "Dinho causou desilusão, lamentos e até risadas quando cobrou o pênalti e mandou a bola na tribuna".

"A partir do minuto 70, o brasileiro ofereceu muito pouco, se escondeu entre os marcadores do Tigres, ficou distante da bola e só buscou a luz numa falta", adicionou o jornal mexicano "La Tarde".

PREFEITO OSNI SE REÚNE COM SECRETARIA​S ESTADUAIS

Na tarde de terça-feira (16), o Prefeito de Serrinha e Presidente do Consisal, Osni Cardoso, esteve reunido com representantes das Secretarias Estaduais de Relações Institucionais – SERIN e a de Indústria, Comércio e Mineração – SICM, para tratar da vinda de uma nova empresa para ser instalada no município.

O objetivo do gestor municipal é que através destas articulações seja suprida a lacuna que o fechamento da fabricante e varejista de calçados, Via Uno, deixou em Serrinha e nos municípios de Valente e Conceição do Coité, que encerrou as atividades por motivos internos e questões administrativas da empresa.Fonte:ASCOM

Mais de 50% dos brasileiros estão conectados à internet, diz Pnad

Mais da metade dos brasileiros já está conectada à internet. Segundo dados divulgados nesta quinta-feira (18) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a proporção de internautas no país passou de 49,2%, em 2012, para 50,1%, em 2013, do total da população. As informações fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) referente a 2013.

De acordo com o IBGE, o Brasil ganhou 2,5 milhões de internautas (2,9%) entre 2012 e 2013, totalizando aproximadamente 86,7 milhões de usuários de internet com 10 anos ou mais. As mulheres são 51,9% do total. A taxa de crescimento, no entanto, é a menor registrada pela Pnad: entre 2011 e 2012, ela foi de 6,9%; entre 2009 e 2011, 14,8%; e de 2008 para 2009, 21,6%.

Em um recorte da Pnad a partir de grupos de idade, pessoas entre 15 e 17 anos e de 18 a 19 anos registraram os maiores índices de internautas em 2013, com 76% e 74,2%, respectivamente. Já na faixa etária entre 40 e 49 anos, 44,4% do total acessa a internet. Apenas 21,6% de quem tem mais de 50 anos se conecta à web.

Em 2013, as regiões Sudeste (57,7%), Sul (54,8%) e Centro-Oeste (54,3%) tiveram proporções de internautas superiores à média nacional de 50,1%. O Norte, com 38,6% do total da população, e o Nordeste, com 37,8%, ficaram abaixo. Todas as regiões brasileiras registraram crescimento de internautas em 2013, com destaque para o Nordeste (4,9%) e o Sul (4,5%). O Sudeste (2,2%), o Centro-Oeste (1,3%) e o Norte (0,4%) aparecem em seguida.

Houve crescimento de 8,8% nos domicílios com computadores. No Nordeste, o aumento foi de 14,0%, com 686,6 mil no total. Em 2013, dos 32,2 milhões de domicílios com computador em casa, 28,0 milhões estavam com acesso à Internet. No Sul, o crescimento foi de 14,7% no número de computadores com acesso à Internet: total de 50% das unidades domiciliares.

O levantamento indicou aumento de residências com apenas celular como meio telefônico em 2013. Foram contabilizadas cerca de 130,8 milhões de pessoas de dez anos ou mais, ou 75,5% da população no Brasil, com celular.

Em relação a 2012, foi um crescimento de 5,1%, ou 6,3 milhões de pessoas. É a menor taxa de crescimento verificada: de 2011 para 2012, foi de 6,4%; de 2009 para 2011, 23,3%; e, de 2008 para 2009, 8,9%.

Em todas as grandes regiões, houve crescimento do total de pessoas com celular, de 2012 para 2013: Norte (5,6%), Nordeste (6,2%), Sudeste (4,5%), Sul (4,9%) e Centro-Oeste (5,1%).

Do total de pessoas com celular para uso pessoal em 2013, 21% tinham 20 a 29 anos; e 21,2% tinham 30 a 39 anos de idade. Centro-Oeste (83,8%), Sul (80,2%) e Sudeste (79,8%) apresentaram proporções de pessoas que tinham celular superiores ao nível nacional (75,5%). No Norte e Nordeste, a porcentagem foi de 66,7% em ambas.

As residências com algum tipo de telefone cresceram em 3,8%, de 2012 para 2013. São 2,2 milhões de novos domicílios com aparelhos. Em 92,7% dos pesquisados, há registro de qualquer tipo de telefonia.

As proporções de Nordeste (86,8%) e Norte (86,2%) estão abaixo da média nacional. Em 2013, 1,8 milhão de residências possuíam só telefonia fixa (2,7% do total). As regiões Norte e Nordeste apresentaram movimento contrário ao observado nas demais regiões, com crescimentos de 8,7% e 10,6%, respectivamente. Assim como em 2012, as Regiões Sudeste e Sul foram as que apresentaram as maiores proporções de domicílios com esse serviço, 3,9% e 3,5%, respectivamente.Fonte:IG

Veja:Dilma manda suspender divulgação de programa de governo por divergências com o PT


A candidata Dilma Rousseff iria divulgar por esses dias seu programa de governo, mas mandou suspender, informam Andreia Sadi e Natuza Nery na Folha. Por quê? Divergência com seus companheiros do PT. O partido quer que a candidata se comprometa com o fim do fator previdenciário, com a redução da jornada de trabalho, com a regulamentação da terceirização — criando dificuldades novas — e com a revisão da Lei da Anistia. Mas Dilma não quer nada disso porque sabe que:
a) o fim do fator previdenciário abre um rombo na previdência;
b) a redução da jornada só vai onerar ainda mais as empresas, elevando o custo Brasil;
c) criar embaraços novos à terceirização está na contramão da dinâmica do mercado de trabalho;
d) a revisão da Lei da Anistia, além de polêmica — voltará ao Supremo —, abre uma crise desnecessária com as Forças Armadas. Se o absurdo vier, raciocina com razão a presidente, que seja via Judiciário.
Assim, a presidente tem preferido programa nenhum a ter o que exibir, expondo-se a arrumar adversários novos. Vejam ali a pauta: a petista tem feito um esforço danado para mostrar que é fiscalmente responsável — e o fim do fator previdenciário demonstraria o contrário — e que pretende incentivar o espírito empreendedor no país: ora, a redução da jornada e o combate à terceirização apontariam na direção oposta. Finalmente, a presidente prega a união de todos os brasileiros para um futuro radioso, e a revisão da Lei da Anistia só provocaria turbulências sobre o passado.

O pior para Dilma (não necessariamente para o Brasil) é que, ao não sair nada — nem o que quer o PT nem o contrário —, é como se ela já tivesse feito as piores escolhas para os setores aos quais não quer desagradar. E por que é assim? Porque resta a desconfiança, não é? Afinal, se ela não fala e manda segurar o programa, é sinal também de que não descarta essa pauta.

Períodos eleitorais já são normalmente caracterizados por incertezas até em países com uma economia mais estável do que a nossa, com muito menos demandas à flor da pele. Dado o quadro brasileiro, esse vai e vem é especialmente negativo. Até porque Dilma não é uma novata, que está se apresentando agora para a batalha. Ela já é a presidente da República. Chega a ser impressionante que amplos setores da sociedade considerem que Marina Silva é uma opção mais segura do que ela. E olhem que a candidata do PSB não chega a ser o exemplo acabado de coerência e de fidelidade a um pensamento.

Não fossem muitas outras coisas, isso bastaria para evidenciar as fragilidades do governo Dilma e a barafunda em que está metido o PT. Acompanho o partido desde o seu nascimento — fui um dos filiados, em priscas eras… Nunca o vi tão desarvorado e sem eixo. O risco de perder o poder está deixando a companheirada em desespero. Essa gente se tornou de tal sorte dependente do Estado que o risco de alternância de poder a impede de enxergar a realidade.

Convenham: tem seu lado divertido.

Por Reinaldo Azevedo

Brasil ainda tem 13 milhões de analfabetos com 15 anos ou mais

Em 2013, o Brasil registrou 13 milhões de analfabetos com 15 anos ou mais -- contingente de pessoas que supera a população de São Paulo (11,8 milhões) e representa 8,3% do total de habitantes do país.

A taxa volta a cair depois da primeira estagnação, em 2012, após 15 anos de declínio. O valor de 2013 (8,3%) é 0,4 ponto percentual menor que o registrado em 2012.

Os dados são da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), divulgada, nesta quinta-feira (18), pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas).

Aos 15 anos, um indivíduo deveria estar entre o final do ensino fundamental e o início do ensino médio, antigo colegial. É considerado analfabeto quem não é capaz de ler nem de escrever um bilhete simples.

Taxa é menor entre pessoas com menos de 30 anos

Entre as pessoas com menos de 30 anos, a taxa de analfabetismo ficou abaixo de 3% em 2013. Na faixa de idade entre 40 a 59 anos, a taxa é de 9,2%. O índice de idosos analfabetos, com 60 anos ou mais, alcançou 23,9%.

O IBGE explica que a taxa de analfabetismo vem caindo entre os jovens de até 25 anos. A partir da faixa etária de 40 anos, a taxa é alta, devido à falta de acesso à educação anteriormente.

Sempre é tempo
Edvaldo dos Santos, 63, sempre quis aprender a ler e escrever, mas começou a trabalhar cedo para sustentar a mãe e a irmã. "Vou morrer sem saber ler, pois já passei da idade de aprender", afirma o pescador, que mora em Maceió, capital de Alagoas.

"Vivo cinco dias no mar e, quando volto, ainda trabalho na arrumação e limpeza do barco. Meu trabalho não dá para ter tempo para estudar, mal tenho tempo para descansar", explica Santos, cuja história simboliza um dos maiores desafios para a erradicação do analfabetismo no país.

Quem não teve a oportunidade de aprender acha que passou do período para isso, ou, pior, que não é capaz de aprender. É um discurso comum dizer que empreender esforços para matricular jovens e adultos é "difícil e oneroso".

O pescador conta que, apesar de ele ser analfabeto, incentivou os seis filhos a estudar. "Todos têm o segundo grau [ensino médio] e uma das filhas é pedagoga", contou Santos, que não lê nem escreve o próprio nome.

Queda no Nordeste
A maior queda entre as regiões ocorreu no Nordeste, onde a taxa caiu de 17,4%, em 2012, para 16,6% em 2013. Mesmo assim, a região ainda é a que tem o maior índice e concentra 53% de todas pessoas que não sabem ler ou escrever do país.

A região Sul foi a que registrou a menor taxa de analfabetismo, com 4,2% em 2013. Já a região Sudeste concentra 24,2% do total de analfabetos.

Quanto à idade, a Pnad 2013 mostrou que o maior índice de analfabetos se concentra no grupo de pessoas com 40 anos ou mais, 37,6%.

O exemplo disso é pedreiro Paulo Ferreira, 42, que aprendeu em um canteiro de obras a escrever o nome e algumas palavras, "mas já esqueceu". Ele foi de Correntes (PE) para Maceió (AL) para trabalhar na construção civil há sete anos. Já tentou por duas vezes retomar os estudos no programa EJA (Educação de Jovens e Adultos), mas diz que o cansaço o fez desistir.

"Se não pude estudar, nasci com a inteligência para ser pedreiro e não me falta emprego. Me viro decorando os números dos ônibus para não me perder aqui em Maceió. Parei de estudar no serviço, pois eu não vou ficar na sala de aula dormindo na cadeira", afirma o pedreiro, que tem uma filha de três anos. Ele pretende colocá-la na escola com quatro anos.

"Vamos pagar uma escola particular, pois ela é inteligente e não queremos esperar para ela completar cinco anos para entrar na escola da rede pública."

Por ser uma pesquisa por amostra, as variáveis divulgadas pela Pnad estão dentro de um intervalo numérico, que é o chamado "erro amostral". Segundo o IBGE, não há uma margem de erro específica para toda a amostra. Para a Pnad 2013, foram ouvidas 362.555 pessoas em 148.697 domicílios pelo país.

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Ministro do STF concede auxílio-moradia para todos os juízes federais

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou na última segunda-feira (15), em decisão liminar (provisória), o pagamento de auxílio-moradia de cerca de R$ 4 mil para todos os 1,7 mil juízes federais do país, inclusive àqueles que atuam na cidade de origem e que possuem residência própria. O valor deverá ser regulamentado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A decisão de Fux atende a uma ação ordinária protocolada por juízes federais que argumentam que o benefício é concedido a membros do Ministério Público e "vários" juízes de Direito, mas não a magistrados federais, o que seria uma “assimetria”. Com a determinação do STF, o valor só não será pago a juízes que tenham imóvel funcional à disposição na cidade onde trabalham. Para o ministro Fux, o auxílio-moradia é direito previsto em lei e não é “justo” que apenas uma parcela dos magistrados brasileiros receba os recursos. “O direito à parcela indenizatória pretendido já é garantido por lei, não ressoando justo que apenas uma parcela de juízes o perceba, considerado o caráter nacional da magistratura”, disse Fux, na liminar. Como a liminar concedida por Fux tem efeito imediato, enquanto não houver regulamentação pelo CNJ, caberá aos tribunais regionais federais pagar o auxílio. De acordo com a Associação dos Juízes Federais (Ajufe), atualmente o auxílio é pago a juízes estaduais de 20 estados e varia de R$ 2 mil a R$ 4 mil. A decisão ocorre em meio a uma demanda do Judiciário por orçamento maior. No último dia 28 de agosto, o STF avalizou, em sessão administrativa, uma proposta de aumento dos próprios salários de R$ 29,4 mil para R$ 35,9 mil – alta de 22%.

'Até os últimos dias estava cantando', diz filho do compositor Nelson Biasoli

“Ele fez música e ia fazer um hino para a enfermeira, porque ele gostava muito dela. Até os últimos dias ele estava cantando”. Foi assim que o acordeonista e compositor Nelson Biasoli passou as últimas semanas de vida na Santa Casa de Ribeirão Preto, segundo o filho, Nelson Biasoli Júnior.

Autor do grito “Eu sou brasileiro com muito orgulho, com muito amor!”. Biasoli estava internado há 21 dias com diagnóstico de insuficiência renal e infecção pulmonar e morreu nesta quarta-feira (17), aos 83 anos. O musicista será enterrado nesta quinta-feira (18), em Tambaú (SP).

Biasoli compunha como quem brincava e assim se tornou o recordista mundial de criação de hinos, entrando para o livro dos recordes. Foram 500 hinos de cidades como Ibaté (SP), Analândia (SP), Serrana (SP) e Jardinópolis (SP), e São Tomé das Letras (MG), além de mais de 900 músicas.
"Eu sou brasileiro..."

Ele viveu a vida inteira em uma casa em Tambaú. Em uma sala colecionava CDs de todas as músicas, troféus, medalhas e homenagens que ganhou. A composição mais conhecida, o grito “Eu sou brasileiro com muito orgulho, com muito amor!”, foi escrita para animar uma competição entre colégios da cidade em 1949, quando era professor em Ribeirão.

Desde então, se tornou o principal canto da torcida brasileira em diversas modalidades esportivas, especialmente em partidas de futebol. “Ele dizia que não sabia que [o grito] ia ter tanta fama assim. Na Copa ele ouviu várias vezes. O Fantástico fez uma entrevista, perguntaram se ele achava que deveriam criar outros hinos e ele achava que deveria criar sim, virando uma frente para o Brasil”, afirmou Biasoli Júnior.

Também entre as mais conhecidas está a música que ele fez para o Papa João Paulo II a pedido da colônia polonesa, em 1980. Ele também gravou canções com Chacrinha e Helô Pinheiro e outros artistas.

Segundo o filho, mesmo quando estava internado ele não perdia a alegria, fazendo músicas para os funcionários e pacientes do hospital.  Biasoli chegou a sair da UTI e ficou alguns dias no quarto. “Ele fez músicas para os pacientes, ele cantou, fez uma música para uma enfermeira, disse que ia fazer um hino para a enfermeira, porque ele gostava muito dela. Para as duas médicas que o atenderam. Até os últimos dias ele estava cantando. É emocionante, mas existe um protocolo divino e a gente tem que respeitar”, lamentou.

Dias depois, o estado de saúde dele piorou e, com uma pneumonia, foi necessário voltar para a UTI. Na manhã desta quarta o quadro dele se agravou e ele não resistiu. Ele deixa mulher e três filhos. O corpo dele está sendo velado no memorial Calimã com a presença da família e amigos. O enterro será está previsto para 12h nesta quinta-feira (18).

Programa de Luiz Bacci vive crise e tem demissão em massa

Audiência e faturamento baixos, falta de patrocinadores, erros graves cometidos ao vivo e críticas severas dentro e fora da Band pelo fracasso de seu formato. Esses são apenas alguns dos fatores que envolveram o recém-criado "Tá na Tela", da Band, numa enorme crise com pouco mais de um mês de existência. Praticamente toda a cúpula da produção original da atração comandada por Luiz Bacci já pediu demissão ou foi demitida.

O clima na redação é o pior possível. Diariamente há gritaria e gente chorando pelos corredores e banheiros, segundo a coluna Ooops! apurou. Entre os que já deixaram o programa estão editores, produtores, auxiliares, o diretor Paulo Nicolau e, última baixa, Rodrigo Branco, que prestou um serviço de consultoria por três meses e cujo contrato chegou ao fim na última segunda-feira (15).

O programa estreou com pretensões enormes, a despeito de alguns diretores da Band --como esta coluna antecipou-- terem feito advertências de que a expectativa de ibope imaginada por Bacci e equipe eram "megalômanas".

Bacci rescindiu contrato com a Record, onde registrava de seis a sete pontos de média com o "Balanço Geral" e foi para a Band com a "promessa" de que daria ao menos cinco pontos de média na nova casa.

Isso nunca aconteceu. O programa tem médias de 2,5 pontos, a mesma coisa que a Band dava antes do programa existir, e, apesar da caríssima produção, tem disputado encarniçadamente o quarto lugar no ibope --chega em muitos momentos a perder o posto para a Gazeta. Cada ponto de ibope vale por 65 mil domicílios sintonizados na Grande São Paulo.

O máximo que o "Tá na Tela" obteve de média foi na semana entre 11 e 15 de agosto, quando marcou 3,4 pontos.

Para piorar, o viés sensacionalista do programa está afugentando todos os possíveis patrocinadores. O produto não se vende. A atração tem sobrevivido apenas de eventuais merchandisings --os chamados "testemunhais".

Outro problema crônico do programa desde a estreia tem sido a falta de furos jornalísticos e nem sequer há boas reportagens. Para o telespectador comum, tudo soa forçado, sensacionalista e exagerado.

Ontem, Bacci chegou a ouvir uma reprimenda de José Luiz Datena, por estar narrando o quebra-quebra no centro de São Paulo, ocorrido horas antes, como se estivesse ocorrendo naquele momento.

Eram cenas gravadas, mas o tom da voz de Bacci era de desespero. Em nenhum momento ele informava que eram cenas já exibidas pela própria Band horas antes.

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Ibope/Globo: Dilma 36%, Marina 30% e Aécio 19%

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (16) mostra a candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) na frente na corrida presidencial. De acordo com o levantamento, apresentado no Jornal Nacional da Rede Globo, Dilma aparece com 36% das intenções de votos.

A presidenciável pelo PSB, Marina Silva, aparece logo em seguida com 30% e o postulante Aécio Neves (PSDB) marcou 19%.  Na comparação com o último levantamento, Dilma aparecia com 39% e Marina com 31%. Aécio tinha 15%.

Na simulação de segundo turno, entre Marina e Dilma, a presidente oscilou negativamente e caiu de 42% para 40%. Marina manteve o percentual e permanece na frente com 43%.

Sem-teto e PM entram em confronto durante reintegração


A Polícia Militar e moradores de um prédio ocupado no centro de São Paulo entraram em confronto na manhã desta terça-feira, 16. A PM tenta cumprir pela terceira vez uma ordem de reintegração de posse do imóvel, mas foi atacada com objetos lançados do alto do prédio. Os policiais responderam com bombas de efeito moral e gás lacrimogêneo,mas,não evitaram que este veiculo fosse incendiado.

Samuel Celestino:"As promessas perdem o significado."

 Em reta final, há uma agressiva guerra de mentiras na campanha presidencial que envolve os três principais candidatos, basicamente com a carga pesada de Dilma contra Marina Silva e Aécio Neves contra as duas. Na última semana, após a pesquisa que apresentou um distanciamento de oito pontos entre as duas candidatas no primeiro turno, favorecendo Dilma, Marina resolveu devolver os petardos, transformando a campanha presidencial num jogo de ataque e defesa. Nada do que se diz é confiável. As promessas perdem o significado. Não se pode crer numa segunda gestão quando a primeira foi um desastre. Como cidadão, que sobrepõe à profissão de jornalista, o que marca este governo é uma brutal crise econômica. Assim, fica difícil acreditar em promessas. Soam vazias.

Até Leonardo Boff, um dos fundadores do PT, que se desligou do partido ao perder suas esperanças em relação à legenda, entrou na guerra. Há algum tempo reside na Alemanha onde é professor de Teologia e Filosofia em Munique. Com saudades da sua Teoria da Libertação e da atual velha política do PT, que esqueceu os fundamentos da sua origem ao se tornar igual ao PMDB, semelhante ao PSDB, idêntico ao DEM, irmanado ao PCdoB e mergulhado em corrupção, que fora tão combatida e impensável na origem do partido. Foi o PT que permeou, com esperanças e sonhos, a juventude do início dos anos 80. Tornou-se, porém, idêntico, ou até pior, na velhice calhorda deste sistema partidário brasileiro.

Aqui na Bahia o quadro não difere. As agressões verbais já se estendem desde junho. Ganharam densidade neste setembro e se tornam mais fortes nesta reta de chegada, quando faltam 20 dias para as eleições, contando com o domingo, cinco de outubro, dia de votação. O que acontecerá até lá é uma incógnita. A última pesquisa conhecida estabelecia um distanciamento relativamente alto entre Souto e Rui Costa, sem levar em consideração, naturalmente, os números do Basbete (se eu não estiver trocando o nome pelo do extraordinário filme “A Festa de Babete”, sem o “s”) por ser uma pesquisa de fundo de quintal, que não merece a menor qualificação ou respeitabilidade.

Não se trata apenas deste “instituto”, que fica na Bahia, em local desconhecido, senão incerto. A realidade é que, embora os institutos de pesquisas nacionais tenham melhorado,  é comum errarem, daí porque para o jornalista o único que merece fé é o Datafolha. Aliás, por falar em pesquisas, o Ibope está em processo de transferência para um grupo de peso, embora a família que o fundou, lá pelos idos dos anos 40 do século passado, continuará à frente do seu comando, porque passará a ser cotista minoritário e assim fiou acertado.

No estado, esta etapa final da campanha eleitoral merece ser acompanhada (não as agressões e, quiça, xingamentos) com muita atenção porque nestas bandas acontecem mudanças inesperadas, até absurdas, como a vitória de Waldeck Ornelas sobre Waldir Pires para o Senado, no suspiro das últimas urnas apuradas. Ganhou com meros três mil votos de diferença. Aliás, por mais que se tentasse o Tribunal Superior Eleitoral (Ó tempora, ó mores – Cícero, senador romano, na polêmica com Catilina - “Ó tempos, ó costumes”) não se manifestou sequer sobre os recursos impetrados e quando o fez foi praticamente no fim do mandato senatorial. Não se pode esquecer, de igual modo, a virada nos últimos dias da eleição de Wagner sobre Souto, quando as consultas demonstravam outra realidade. As pesquisas erraram, e só revisaram, reconhecendo outra verdade, nas pesquisas feitas em boca de urna.

Assim posto, os momentos finais das campanhas são sempre eletrizantes. Aliás, nesta semana, é possível que venham à baila pesquisas sobre o processo eleitoral baiano e, duas ou três, sobre a campanha presidencial. Quem aplica na Bolsa de Valores ficará mais atento ainda, porque se Marina subir, a Bolsa sobe; se Dilma crescer, a bolsa entra em parafuso. Quem diria... Há uma forte ligação entre o mercado financeiro e a política. A Petrobras, por exemplo, sempre perde quando Dilma sobe. Faz parte do escândalo e em relação ao que se verifica na petroleira, antigo símbolo nacional, hoje cambaleante.Fonte:Atarde

Irajuba: MPF pede execução de sentença contra presidente da Câmara de Vereadores


O Ministério Público Federal (MPF) em Jequié, no sudoeste baiano, pediu à Justiça Federal que a condenação de Mário Augusto Barbosa Santos, presidente da Câmara de Vereadores de Irajuba, e de mais duas pessoas, seja executada. O pedido foi feito no dia 11 de setembro diante da condenação ter transitado em julgado e não caber mais recursos. Santos foi condenado por ter fraudado o recebimento da verba do “Bolsa Família” entre os anos de 2003 e 2006. A fraude foi cometida com apoio de Gilmar Santana Moreno, então vereador da cidade, e sua esposa, Adriana de Oliveira Moreno. Na época da fraude, Mário Augusto atuava como vice-prefeito de Irajuba. Na época, Santos e Adriana receberam R$ 2.310,00 e R$ 2.080,00 em benefícios, respectivamente, sem possuir os requisitos legais. O presidente da Câmara alegou ter o solicitado o cancelamento da bolsa antes de se tornar vice-prefeito, e Adriana disse nunca ter pedido adesão ao programa. Apesar de saber que não se enquadravam no perfil do programa, usufruíram do benefício. Os três réus foram condenados por enriquecimento ilícito e por atentar contra os princípios da administração pública. A sentença determinou a perda da função pública, suspensão de direitos políticos por cinco anos, pagamento de multa civil no valor de 50% do montante recebido irregularmente e a proibição de contratar com o poder público por cinco anos. Os réus também foram condenados a pagar as custas, honorários advocatícios no valor de R$ 1 mil para cada um, revertido em favor do Fundo Federal de Defesa dos Direitos Difusos. Mário Augusto Barbosa Santos ainda deve ressarcir o valor de R$ 2.310, que atualizado chega a R$4.649,95. Adriana já havia devolvido os valores em processo administrativo.Fonte:Bahia Noticias

'Quem não é homofóbico tem vontade de dar', diz Varela; Grupo Gay denunciará caso

O Grupo Gay da Bahia pretende denunciar o radialista Raimundo Varela à Defensoria Pública da Bahia devido a uma declaração feita no ar, durante o programa Balanço Geral, na Rádio Sociedade, na manhã desta terça-feira (16). O apresentador respondeu ao convite para comparecer à Parada Gay, marcada para o domingo (21), em Salvador: "Quem mandou o convite mande para sua mãe. Quem não é homofóbico tem vontade de dar” (ouça aqui). A gravação foi enviada pelo próprio GGB. O presidente do grupo, Luiz Mott, postou no Facebook uma crítica a Varela, em que narra o episódio e o chama de “homofóbico reincidente”. Em conversa com o Bahia Notícias, o representante da causa gay cobrou que o apresentador peça desculpas pela declaração. “O que ele quis dizer é que quem defende gay quer dar e quem não é, é homofóbico. Ele quer dizer que se você é contra homofobia quer dar o c***”, compara. Mott diz que o grupo tratará do assunto com a Defensoria ainda na tarde desta terça-feira (16), em uma reunião já agendada para tratar de ações contra a homofobia, que coincidiu com a data de ocorrência do caso. Em entrevista ao A Tarde, Varela afirmou que fez o comentário em "tom de brincadeira". "O Adelson (Carvalho, colega da Sociedade) apareceu com esse convite e eu disse para dar o convite para mãe, só isso, não teve preconceito", contou.Fonte:Bahia Moticias

Ronaldinho ignora ofensa racista de político e ri de episódio no México


Chamado de "macaco" por um político mexicano na última semana, Ronaldinho Gaúcho não deu bola para a ofensa racista e se limitou a rir do episódio junto aos companheiros em treinamento dos Gallos Brancos de Querétaro, clube que agora defende no México. De acordo com o lateral Yasser Corona, o atacante ignorou o ocorrido e não polemizou. Pelo contrário, limitou-se a rir do ocorrido.

"Treinávamos com Dinho e ele somente riu. (Disse) que já havia passado por experiência como essa em outras partes do mundo e que não dá nada. Levou da melhor maneira possível", explicou o jogador, de acordo com o jornal Publimetro. De acordo com Corona, o elenco ficou indignado com os comentários de Carlos Manuel Treviño, político que desabafou em postagem no Facebook.

Preso no trânsito nos arredores do estádio do Querétaro no dia da chegada de Ronaldinho, Treviño reclamou da importância que se dá ao futebol e afirmou: "tudo isso por um macaco. Um brasileiro, mas um macaco. É um circo ridículo". Na segunda-feira, via Twitter e por carta, ele se desculpou pelo ocorrido e afirmou que tem respeito pelo brasileiro "como jogador e como pessoa".

Em entrevista à TV Milênio, Treviño negou que seja racista, disse que a declaração não foi planejada, mas fruto de um momento de irritação, e afirmou que a polêmica afetou sua família de forma profunda. "Posso assegurar com toda certeza: racista, jamais; intolerante, sim. Foi um momento difícil para mim. Fui muito intolerante e reconheço", apontou.

Reeleição é "a mãe de todas as corrupções", diz Barbosa

Na primeira palestra após ter se aposentado, o ex-presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) Joaquim Barbosa fez duras críticas à reeleição para cargos executivos no Brasil.

"A possibilidade real de mudança periódica dos agentes políticos, como voto universal e livre, é um elemento essencial de frenagem e de calibração democrática, mas essa possibilidade real de mudança periódica fica prejudicada quando se tem o instituto da reeleição para os cargos executivos", disse o ex-ministro.

A palestra foi dada na manhã desta terça-feira (16), em São Paulo, no 13º Congresso Internacional de Shopping Centers, evento organizado pela Abrasce, entidade representativa dos shoppings do Brasil.

Sem citar casos concretos, Barbosa afirmou que é necessário acabar com a reeleição, tratada por ele como a "mãe de todas as corrupções" nos países em que as instituições ainda não estão consolidadas. "Ressalto veementemente que estou falando em termos puramente hipotéticos, sem nenhuma relação a qualquer caso concreto da atualidade", afirmou Barbosa.

"Em países ainda em fase de consolidação institucional, ou que tenham instituições débeis, a reeleição funciona como o carro-chefe, a mãe de todas as corrupções de toda a espécie. Ela condiciona tudo: de projetos essenciais à coletividade à pauta diária do governo e até mesmo a projetos individuais e pessoais daqueles que se associam ao governante que busca se manter perene no poder", disse o ex-ministro, que foi o relator do caso do mensalão no Supremo.

No julgamento, ele foi protagonista de uma série de polêmicas com outros ministros. Barbosa aposentou-se em 1º de julho, após 11 anos na Corte.

Para Barbosa, o instituto da reeleição favorece o "toma lá da cá" entre o Executivo e o Legislativo. "Consiste em concessões reciprocas nas matérias submetidas à aprovação legislativa ou executiva. É o nosso toma-lá-da-cá."

O ex-presidente do Supremo afirmou também que o os mandatos no Executivo tem de durar cinco anos e defendeu o voto distrital para representantes do Legislativo em contraposição ao modelo atual. "A grande vantagem é você saber em quem está votando."Fonte:Uol

Brasil reduz a pobreza extrema em 75%, diz FAO

São Paulo - Mapa da Fome 2013, apresentado na manhã desta terça-feira, 16, em Roma pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO, na sigla em inglês), mostra que o Brasil conseguiu reduzir a pobreza extrema - classificada com o número de pessoas que vivem com menos de US$ 1 ao dia - em 75% entre 2001 e 2012. No mesmo período, a pobreza foi reduzida em 65%. Apresentado como um dos casos mundiais de sucesso na redução da fome, o Brasil, no entanto, ainda tem mais de 16 milhões vivendo na pobreza: 8,4% da população brasileira vive com menos de US$ 2 por dia.

O relatório da FAO mostra que o Brasil segue sendo um dos países com maior progresso no combate à fome e cita a criação do programa Fome Zero, em 2003, como uma das razões para o progresso do País nessa área. Não por acaso, criado pelo então ministro do governo Lula, José Graziano, hoje diretor-geral da FAO.

De acordo com o documento, a prioridade dada pelo governo Lula ao combate à fome - citando a fala do ex-presidente de que esperava fazer com que todos os brasileiros fizessem três refeições por dia - no Fome Zero é a responsável pelos avanços.

Inicialmente concebido dentro do Ministério de Segurança Alimentar, o programa era um conjunto de ações nessa área que tinha como estrela um cartão alimentação, que permitia aos usuários apenas a compra de comida. Logo substituído pelo Bolsa Família, o Fome Zero foi transformado em um slogan de marketing englobando todas as ações do governo nessa área.

"O resultado desses esforços são demonstrados pelo sucesso do Brasil em alcançar as metas estabelecidas internacionalmente", diz o relatório, ressaltando que o Brasil investiu aproximadamente US$ 35 bilhões em ações de redução da pobreza em 2013.

A América Latina é a região onde houve maior avanço na redução da pobreza e da fome entre 1990 e 1992, especialmente na América do Sul, com os países do Caribe ainda um pouco mais lentos. O relatório mostra que o número de pessoas subnutridas na região passou de 14,4% da população para cerca de 5%. Além do Brasil, a Bolívia é citada como exemplo. Apesar de ainda ter quase 20% da população abaixo da linha da pobreza, saiu de um porcentual próximo a 40%.

No mundo todo, 805 milhões de pessoas ainda passam fome. São 100 milhões a menos do que há uma década, e 200 milhões a menos do que há 20 anos, mas ainda muito abaixo da velocidade que permitiria ao mundo cumprir a primeira meta dos objetivos do milênio, de reduzir a pobreza extrema à metade até 2015. Atualmente, apenas 63 países cumpriram a meta. Outros 15 estão no caminho e devem alcançá-la.

O relatório completo está disponível no site da FAO.

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

O Balcão Previdenciário de Serrinha será aberto aos servidores de todas as secretarias da região

Acontecerá nos dias 15 de setembro, das 13h30 às 18h e 16 de setembro, das 8 às 12h no Prédio da 12º Dires (Praça Astrogilda Guimarães, s/n – Bairro do Ginásio - Serrinha), o Balcão Previdenciário de Serrinha.

O Balcão Previdenciário de Serrinha será aberto aos servidores de todas as secretarias e órgãos estaduais da região e terá atendimento individual e em ordem de chegada.

OBJETIVO: Prestar atendimento, de caráter informativo e resolutivo, sobre temas previdenciários, mediante deslocamento de equipe da Suprev aos órgãos públicos, formando um grande “balcão” de serviços.

PÚBLICO ALVO: servidores ativos, civis e militares, dos Poderes do Estado.

SERVIÇOS OFERECIDOS:

• Esclarecimento sobre descontos previdenciários ao FUNPREV e BAPREV;
• Informação sobre aposentadorias, pensões e auxílios-reclusão;
• Simulador de aposentadoria (via internet);
• Tramitação de processos;
• Recolhimento de contribuição previdenciária de servidores à disposição;
• Abono de permanência – cabimento
• Orientação sobre aposentadoria compulsória;

Informações gerais: A equipe de atendimento da SUPREV é especialista nos temas e serviços oferecidos pelo balcão.

Fonte: www.direc12.ba.gov.br

2ª edição do concurso cultural "Jovem jornalista​: um furo de notícias".


O concurso será dividido em duas categorias. Na primeira, os estudantes das escolas parceiras do programa, entre 10 e 14 anos, criarão uma tirinha com três ou quatro quadrinhos. Já na segunda, os jovens, de 15 a 25 anos, criarão um vídeo jornalístico com a temática Redes Sociais: O que é público ou privado?, tendo a duração de até dois minutos. Todos os participantes deverão entregar esses materiais entre os dias 29/09 e 20/10.


Os participantes do concurso deverão residir no estado da Bahia, estudar em uma das escolas públicas parceiras do programa A TARDE Educação, ter de 10 a 25 anos de idade, além de curtir a página do facebook A TARDE Educação. Assim como, eles necessitarão preencher um formulário de inscrição corretamente, que estará na página do facebook do programa (https://www.facebook.com/atardeeducacao?ref=hl)


A premiação será a partir da decisão daa comissão julgadora e do maior número de curtidas na página do facebook do A TARDE Educação, as duas duplas vencedoras (professor e aluno) ganharão prêmios. Cada educador ganhará duas diárias para Costa do Sauípe enquanto que o aluno receberá um Ipad.


Segundo a coordenadora do A TARDE Educação, Georgia Oliveira, a cerimônia de entrega dos prêmios está prevista para o dia 16 de dezembro. O município de Serrinha tem 21 escolas parceiras do Programa A TARDE Educação.

Fonte: Jornal A TARDE

Ministério da Saúde divulga nota pública sobre a vacina contra o HPV.


O Ministério da Saúde, através da Secretaria de Vigilância em saúde, do Departamento de Vigilância das doenças e da Coordenação–Geral do Programa Nacional de Imunizações, torna pública a nota informativa n° 106, dispondo esclarecimentos sobre a vacinação contra o HPV e a vigilância de eventos adversos pós-vacinação:

As vacinas figuram entre os produtos biológicos mais seguros para uso humano, proporcionando benefícios indiscutíveis à saúde pública. No entanto, como qualquer outro produto farmacêutico, as vacinas não estão isentas de apresentarem eventos adversos, ainda que sejam raros e, a grande maioria, leves. O benefício proporcionando pelas vacinas suplanta em muitas vezes os incômodos causados pelos esporádicos eventos adversos.

O Ministério da Saúde informa que todas as vacinas utilizadas no Programa Nacional de Imunizações (PNI) são seguras e passam por um rigoroso controle de qualidade pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde/INCQS/FIOCRUZ e que todo e qualquer evento adverso que ocorra durante o uso de seus imunobiológicos são monitorados.

No dia 4 de setembro, a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo recebeu notificação de possíveis eventos adversos associados à vacina HPV, ocorrido no município de Bertioga: as oito adolescentes que apresentarem as queixas iniciais, não apresentam qualquer sintoma neste momento e se recuperam sem nenhuma complicação. O Ministério de Saúde esclarece que não há indicação de suspensão deste lote e que a vacinação contra HPV deve continuar em todos os municípios do país.

Vox Populi: Dilma 36%, Marina 27% e Aécio 15%

O Instituto Vox Populi, em parceria com a Rede Record, divulgou nova pesquisa na noite desta segunda-feira (15). No levantamento, a presidente Dilma Rousseff (PT) aparece na primeira colocação com 36% das intenções de voto. Marina Silva (PSB) está com 27%. O tucano Aécio Neves (PSDB) não ultrapassou os 15% das intenções dos eleitores.

Pastor Everaldo (PSC) e Luciana Genro (Psol) chegaram à 1% das intenções de votos. Brancos e nulos somam 8% e os indecisos, 12%.

Em uma simulação de segundo turno entre a petista e a socialista, Marina Silva tem 42%, um ponto à frente da petista. Já em um possível segundo turno entre Dilma e Aécio, a petista venceria por 47% contra 36%.

O instituto ouviu duas mil pessoas em 147 municípios brasileiros entre o último sábado (13) e domingo (14).Fonte:Bocão Mews

Vereador propõe 'botar os homossexuais em uma ilha por 50 anos' durante discurso

O vereador de Dourados (MS) Sérgio Nogueira (PSB) afirmou durante discurso na tribuna da Câmara Municipal da cidade que os homossexuais deveriam ser enviados a uma ilha por 50 anos para ilustrar o que considera um meio de comprovar a inviabilidade dos núcleos familiares compostos por pessoas do mesmo sexo. “Não podemos passar a ideia de que o anormal é normal. Bota as pessoas que pensam assim numa ilha por 50 anos. Coloca essas pessoas numa ilha e depois de 50 anos volta para ver; não vai ter mais ninguém”, afirmou nesta segunda-feira (15). De acordo com o parlamentar Alan Guedes (DEM), a fala foi uma metáfora, motivada por seminários contra a homofobia que a Secretaria Municipal de Assistência Social organiza para Dourados. Nogueira, que também é pastor evangélico, teria sido convidado para o evento. “Para esse governo a família tem que ser desconstruída no seu padrão normal para dar lugar a outros conceitos de família. Isso vem rasgar nossa Constituição ao meio, dizer que família é qualquer coisa” ressaltou Nogueira, ao culpar o governo federal por atuar em uma suposta “desconstrução da família brasileira”. Ele ainda chamou representantes da igreja católica para unirem forças contra “a prática do homossexualismo condenada nas escrituras sagradas”. A reportagem tentou contato com o parlamentar, mas sem sucesso.Fonte:Bahia Noticias

Aprenda 7 dicas para ter uma noite de sono perfeita

Dormir bem é essencial para a saúde e o bem-estar de todos os humanos. Porém, para se desfrutar uma boa noite de sono, não basta apenas dormir 7 ou 8 horas seguidas. A alimentação certa antes de se deitar e a hidratação diária, por exemplo, são essenciais para o descanso completo. Confira a seguir 7 dicas para se ter uma noite perfeita de sono!

-> Cuidado na hora de jantar
Mesmo que você goste de dormir tarde, não deixe para jantar em horários como 21 ou 22 horas.  Uma refeição pesada perto da hora de dormir pode causar problemas digestivos como azia e prisão de ventre, tornando o sono muito desconfortável.  Tente jantar pelas 19 horas. Cuidado também com os doces. Se você gosta de comer um sorvete ou um chocolate de sobremesa, por exemplo, espere pelo menos 3 horas para dormir para conseguir fazer a digestão correta do açúcar.

->  Beber álcool
É difícil fugir do álcool à noite, principalmente em noites quentes ou em um encontro com amigos. Porém, tome cuidado. Beber muita bebida alcoólica durante a noite pode causar sono fragmentado, em que você acorda várias vezes durante a noite.  Se quiser beber um pouco, tudo bem, mas depois tome um chá de camomila gelado, irá ajudar em um sono melhor.

-> Beba muita água antes de dormir
Ficar desidratado pode acarretar em muitos problemas de saúde para as pessoas, inclusive, ao dormir. Uma hora ou 30 minutos antes de dormir tome mais ou menos 400 ml de água (não tome logo antes se não você vai acordar no meio da noite para fazer xixi). A água vai ajudar na digestão do jantar e evitar a prisão de ventre na hora que acordar.

->Tome cuidado com o ar
 Principalmente nas noites quentes, é muito comum abrirmos completamente as janelas para aliviar o calor. Porém, é necessário cuidado. Deixar tudo aberto pode desenvolver uma gripe, coceira ou alergia. Deixe uma fresta aberta apenas e invista em um ventilador de teto, por exemplo.

->  Refresque-se
Não há nada melhor do que ir dormir limpo e fresco. Opte por tomar banho antes de dormir, mas nunca uma ducha quente demais. Invista em um banho morno que renova suas energias e “limpa a alma”, deixando- o pronto para dormir. Passar cremes relaxantes hidrantes antes de dormir também é uma ótima opção, que além de melhorar a pele, relaxa o corpo.

-> Faça Alongamentos
Pode parecer loucura, mas alongamentos são grandes parceiros das noites tranquilas. Faça um pouco antes de dormir algumas sessões de alongamentos, nas pernas e nos braços principalmente, que ficam tão cansados e tensos durante o dia a dia. Exercícios de ioga também são ótimas opções para deixá-lo mais relaxado para dormir.

-> Cuidado com a TV e o som
Dormir com a TV ligada ou ouvindo música agitada é um perigo. Seu cérebro não consegue descansar completamente e sempre fica em “alerta”, deixando o sono mais supérfluo e, consequentemente, você descansa menos. Prefira ler um livro ou ouvir músicas lentas e tranquilas momentos antes de dormir. Também apague a luz, dormir no escuro vai deixá-lo muito mais descansado.Fonte:Caras

STJD tira 21 pontos por uso irregular de lateral e América-MG vira lanterna

O América-MG foi considerado culpado pela escalação irregular do lateral esquerdo Eduardo, em julgamento pela primeira comissão disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), realizado na noite desta segunda-feira, no Rio. Dessa forma, o clube mineiro perdeu 21 pontos na Série B do Brasileiro, afastando-se da disputa por vaga no G4 da competição e caindo para a lanterna, e foi multado em R$ 4 mil..

O clube mineiro foi julgado com base no artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) por "incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente".

Eduardo, que já deixou o América-MG, não poderia ter jogado pelo time na atual edição da Série B do Brasileiro, por já ter defendido outros dois clubes, São Bernardo e Portuguesa, na Copa do Brasil na Segundona do Brasileiro, respectivamente.

O advogado americano, Henrique Saliba, sustentou que a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro são competições distintas. O relator do processo Luiz Felipe Bulus Alves Ferreira votou pela perda de 21 pontos e aplicação de multa de R$ 4 mil, sendo acompanhado pela três outros auditores. Washington Oliveira votou pela não retirada de pontos, mas aplicou multa de R$ 8 mil e, ao final do julgamento, pediu um adendo ao seu voto: encaminhando via Procuradoria do STJD um pedido de esclarecimento à CBF por não ter atestado a irregularidade. O auditor presidente Paulo Valed Perry, último a proferir o voto, "acompanhou integralmente" o relator.

A Procuradoria do STJD denunciou o América-MG por ter utilizado Eduardo em quatro partidas: contra Paraná Clube, Oeste, América-RN e ABC, sendo que o jogador atuou efetivamente apenas nessa última partida, disputada em 2 de agosto.

Com os 21 pontos perdidos no Tribunal, o América-MG caiu do oitavo para o último lugar, com apenas 12 pontos, atrás de Bragantino, Icasa, Portuguesa e Vila Nova-GO, que integravam a zona de degola. O Bragantino, adversário americano, nesta terça-feira, no Independência, deixou o grupo dos quatro rebaixados, beneficiado com a punição ao América-MG.

Desde que foi denunciado pelo Joinville ao STJD pela escalação irregular de Eduardo, o América-MG vem acumulando derrotas na Série B, apesar do discurso de tranquilidade da diretoria, que sempre negou qualquer irregularidade na utilização do lateral esquerdo. As derrotas foram para Vasco (3 a 2), Ceará (5 a 2) e Boa Esporte (2 a 0. Depois desse último jogo, o América-MG demitiu o técnico Moacir Júnior.

América-MG acena com recurso imediato

Por meio de nota oficial, publicada em seu site, o América-MG informou que irá apresentar imediatamente recurso ao Pleno do STJD, com pedido de efeito suspensivo da pena aplicada pela primeira comissão disciplinar. A diretoria americana reitera sua confiança no STJD e acredita que o Pleno do órgão reforma a "injusta decisão".

Ainda nesta nota, o América diz ter recebido com surpresa a condenação não unânime, por quatro votos a um, e revela que se for preciso levará o caso até a Fifa. "Se necessário for, levará o caso até a Fifa, eis que a decisão prolatada contraria frontalmente o regulamento da entidade máxima do futebol.", salientou a nota oficial americana.